facebook 19
twitter 19
andes3
 

filiados

ufrjminervaO Conselho Universitário do dia 6 aprovou a matriz para distribuição do orçamento participativo em 2024. Os conselheiros optaram pelo parecer de vistas do professor Carlos Frederico Leão Rocha, diretor do Instituto de Economia.
A matriz repete os valores de 2023, mas acrescenta verbas ao campus de Caxias e ao Centro Multidisciplinar de Macaé. Para Duque de Caxias haverá aumento de R$ 23,3 mil. Já para o Centro, o acréscimo é de R$ 39,47 mil. O valor total a ser distribuído entre todas as decanias e unidades passa de R$ 12.904.773 para R$ 12.991.853,95. O incremento é de pouco mais de R$ 87 mil. Ficou estabelecido, ainda, o compromisso de o colegiado se debruçar sobre uma nova matriz orçamentária para distribuição de recursos do orçamento participativo a partir de 2025.
Apesar do aumento recebido, houve protesto dos professores de Macaé em relação a todas as propostas que entraram em discussão. Nenhum dos pareceres considerou aportar recursos separadamente para os institutos que compõem o Centro. “O centro é visto apenas como uma unidade simples e o valor fica restrito apenas à decania”, criticou o professor Habib Montoya. Todas as demais decanias têm recursos destinados separadamente para os centros e para as unidades.

Topo