Redação Adufrj

comunica@adufrj.org.br

Quase um milhão e meio de pessoas já assinaram a petição eletrônica em defesa das universidades públicas criada pelo professor Daniel Peres, da Universidade Federal da Bahia. O abaixo-assinado será entregue em Brasília, no dia 15 de maio, para autoridades do Legislativo. Na data, haverá paralisação nacional da Educação. O Observatório do Conhecimento – iniciativa que reúne associações docentes de diversos estados – está apoiando a iniciativa.
O criador comemora o sucesso da empreitada. “Não imaginei que conseguiria uma adesão tão grande e em tão pouco tempo”, comemorou o professor.
O abaixo-assinado foi lançado no dia 3 de maio. A inciativa, conta Daniel Peres, foi espontânea. “Como professor, eu estava angustiado com tantos ataques e queria fazer alguma coisa que pudesse chamar a atenção das pessoas para o tema”, afirmou.
No dia 15, além da petição, o professor levará também um manifesto em defesa das Humanidades para o Congresso Nacional. “Sou professor de Filosofia. Como intelectual da área, não posso deixar de me manifestar contra essa política obscurantista do governo federal”.
Felipe Rosa, diretor da AdUFRJ, explica a entrega do abaixo-assinado faz parte também de uma agenda do Observatório do Conhecimento, em Brasília.
No dia 9, uma comissão do Observatório se reuniu na sede da AdUnB para definir as diretrizes de ação do grupo. “Além do dia 15, já estamos organizando atividades para o dia 22 de junho, data em que haverá uma nova greve da Educação. Também está no nosso horizonte as discussões do orçamento federal para 2020”, afirmou o dirigente.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)