Pais exibem cartazes de protesto na reunião do Conselho Universitário - Foto: Kelvin Melo

Kelvin Melo

kelvin@adufrj.org.br

Uma infestação de lacraias causou a interdição da Escola de Educação Infantil da UFRJ. Desde o dia 5, as aulas estão suspensas enquanto um larvicida age no local. A situação provocou um protesto de pais e responsáveis das crianças na reunião do Conselho Universitário, nesta quinta-feira (12).

Representante dos pais no conselho deliberativo da Escola, Ana Carolina observou que a infestação foi a gota d’água de uma série de problemas enfrentados pela unidade. Quadro docente majoritariamente composto por substitutos, manutenção precária do prédio e ausência de autonomia para fazer compras foram alguns exemplos citados: “Nossos problemas não são as lacraias, mas a falta de dinheiro para infraestrutura”, afirmou.

A diretora da Escola de Educação Infantil, professora Alessandra Sarkis, reforçou o apelo por mais recursos e pessoal: “Somos campo de ensino, pesquisa e extensão. Mas, fechada, a Escola não é nada disso”, disse.

Durante o Consuni, o prefeito universitário Paulo Mário Ripper falou sobre as medidas emergenciais em andamento para recuperar as condições mínimas de trabalho e ensino da Escola. A expectativa é que as crianças possam retornar às aulas no dia 24.

Para discutir a crise de infraestrutura, o reitor Roberto Leher decidiu chamar uma reunião para os próximos dias com a comunidade da Escola, a Prefeitura Universitária, a Pró-reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças; e a Pró-reitoria de Governança.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)