No alto, apresentação da chapa "Andes Autônomo e de Luta"; abaixo, apresentação da chapa "Renova Andes"

Larissa Caetano

larissa@adufrj.org.br

Larissa Caetano*

Pela primeira vez em 14 anos, duas chapas disputam a direção de um dos maiores sindicatos do Brasil, o Andes-SN, com 64.714 sindicalizados, entre professores ativos e aposentados de universidades públicas e privadas de todo o país. O pleito ocorre nos dias 9 e 10 de maio.

A chapa 1, da situação, chama-se Andes Autônomo e de Luta. A oposição está representada na chapa 2, Renova Andes. A UFRJ tem o maior colégio eleitoral, com 3.481 docentes aptos a votar. As urnas serão espalhadas pelos campi. O material com propostas será distribuído para os sindicalizados nos próximos dias. Para a professora Ligia Bahia, vice-presidente da Adufrj e presidente da comissão eleitoral local, a eleição é importante exatamente por haver dois programas concorrendo.

Ligia Bahia afirma que a comissão eleitoral está agindo para que o pleito transcorra da maneira mais ampla e transparente possível. Um debate foi planejado pela diretoria da Adufrj, mas em mensagem datada de 19 de abril e enviada para a direção da seção sindical, a chapa 1 declinou o convite, alegando falta de tempo para participar do evento.

*Estagiária e estudante da ECO

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)