Silvana Sá

silvana@adufrj.org.br

Nova sede, campanha de filiação e de valorização dos professores estão no horizonte para o próximo ano

O último Conselho de Representantes do ano foi marcado por uma ampla participação de professores das mais variadas unidades da UFRJ. Estiveram presentes 24 representantes. A reunião aconteceu no dia 3 de dezembro, no Centro de Tecnologia. A exemplo do primeiro conselho da atual diretoria, esta reunião também foi encerrada com uma confraternização. Um dos assuntos do encontro foi a construção da sede própria da Adufrj. A diretoria acredita que a atual estrutura física da seção sindical deixa a Adufrj numa situação de fragilidade frente ao próximo governo. Isto porque ela ocupa uma sala do CT.

“Ainda dependemos de algumas tratativas com a administração da universidade, mas a reitoria está dando grande apoio”, disse a presidente Maria Lúcia Werneck Vianna. O próximo passo é uma reunião com a Procuradoria da UFRJ para buscar a formalização do terreno destinado à Adufrj para a construção da sede no Fundão.

A etapa posterior será a realização de um concurso para a escolha do projeto, por meio do Instituto de Arquitetos do Brasil. “Eles seriam encarregados por fazer o concurso e também para a fase de execução da obra”, explicou Maria Lúcia.

Os conselheiros concordaram que a construção da sede é um tema prioritário para o próximo ano. “Pelo menos precisa iniciar a construção. Sabemos que é algo que leva tempo, mas precisa começar”, destacou o conselheiro Jackson Menezes, de Macaé. Ele sugeriu a construção de um dormitório na futura sede, para atender aos docentes de campi afastados. Outra demanda é a construção de uma sub-sede da Adufrj em Macaé, com estrutura administrativa e sala de reunião.

UFRJ SEMPRE

Outro assunto debatido foi a campanha de valorização da UFRJ, que já está na rua, na sua primeira fase, com os temas: #SouoPr1meiro”, #SótemAqui e #UFRJSim. Uma das decisões da última assembleia foi incluir na campanha um enfoque de valorização dos professores da universidade. “O desafio maior é alcançar as regiões mais afastadas do Centro. É preciso ter outdoors e cartazes em Caxias, que tem 800 mil habitantes. São Gonçalo tem um milhão de habitantes que não conhecem a UFRJ”, sugeriu o professor Marcelo Melo, representante da Educação Física. “As pessoas não vão defender a universidade se não souberem a diferença que ela faz na sociedade”, completou.

A diretoria sugeriu, ainda, como parte de um trabalho de valorização da universidade, que os professores enviem artigos sobre suas pesquisas, das mais variadas áreas, para que a seção sindical tente publicá-los em jornais de grande circulação. Outras sugestões dos conselheiros prevêem inserção de temas da universidade em novelas, filmes e telejornais. Ainda, uma atividade na Quinta da Boa Vista com tendas e barracas que mostrem à população carioca a produção realizada na UFRJ.

CAMPANHA DE FILIAÇÃO

O último assunto da pauta foi a filiação de novos professores. “Há muita dificuldade em filiar os professores que ingressam na universidade, pois têm uma carreira diferente, um regime de previdência diferente e isto impacta nos seus salários”, afirmou Felipe Rosa, diretor da Adufrj. Maria Lúcia Werneck complementou: “É uma contribuição alta, especialmente para os novos professores”.

Para tentar resolver esta situação, os conselheiros debateram uma proposta alternativa de contribuição sindical, cujos percentuais começassem mais baixos e fossem aumentando conforme o tempo de universidade. Essa contribuição mais baixa seria estendida a todos os docentes que ingressaram na UFRJ a partir de janeiro de 2013. Os percentuais sugeridos são 0,2% do salário até o terceiro aniversário de ingresso; 0,5% do salário de três a seis anos desde o ingresso; contribuição integral (0,8%) após seis anos de universidade.

“Há uma estimativa de queda de 5% na arrecadação, que seria compensada se a Adufrj conseguir 200 novos professores”, informou Felipe Rosa. A proposta de alteração da contribuição à seção sindical precisa ainda ser submetida e discutida em assembleia da categoria. A Adufrj pretende estudar outras propostas de valores contributivos e apresentará em momento oportuno para debate em assembleia.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)