Alunos do Campus de Caxias participam de reunião do Consuni - Foto: Elisa Monteiro

Ana Paula Grabois

anapaula@adufrj.org.br

Alunos do campus da UFRJ em Duque de Caxias compareceram à reunião do Conselho Universitário desta quinta-feira (14) para protestar contra o atraso das aulas. A falta de infraestrutura elétrica para a instalação de aparelhos de ar-condicionado nas salas fez o conselho deliberativo local adiar o início do ano letivo por duas semanas em relação ao calendário acadêmico geral. O começo está previsto para 25 de março, mas os estudantes temem que haja novo adiamento.

“Desde agosto, quando mudaram o local das salas de aula, havia este problema. E continuamos sem ar condicionado porque a fiação não suporta a carga elétrica”, disse o estudante de Nanotecnologia Getúlio Silva e Souza Júnior.

As obras estão em andamento, mas a direção da unidade informou que existe a possibilidade de as instalações não estarem prontas até a data prevista. “A direção local disse que talvez as aulas não comecem em 25 de março. É um absurdo. Xerém existe, acontecem pesquisas e queremos que as aulas comecem até o dia 25”, completou o estudante.

Durante a reunião, o reitor Roberto Leher disse que já pediu à prefeitura universitária que apresente um cronograma de trabalho das instalações para agendar uma reunião com a direção e os alunos do campus.  “O adiamento das aulas é muito preocupante. A ideia é conversar com a Prefeitura da UFRJ”, afirmou.

O campus de Duque de Caxias em Santa Cruz da Serra foi inaugurado em agosto passado e recebeu quatro cursos de graduação que funcionavam no polo de Xerém, também em Caxias, onde as salas de aulas ocorriam em contêineres. Embora as aulas tenham sido transferidas, algumas pesquisas continuaram em Xerém.  O novo campus oferece cursos de graduação em Biofísica, Biotecnologia e Nanotecnologia.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)