(Última atualização em: 15/03/2018)

Diretoria da Adufrj divulga nota sobre o sequestro sofrido por mais um professor no estacionamento do Centro de Tecnologia. A associação docente cobra medidas imediatas da reitoria para enfrentar a violência nos campi e solicita audiência com a Prefeitura Universitária.

Nota da Diretoria da ADUFRJ sobre novo sequestro relâmpago no CT

Nesta quinta-feira, 08 de março de 2018, outro episódio de sequestro relâmpago de um professor foi vivenciado no estacionamento do CT.

Chama atenção a ousadia (eram 10h da manhã), o preparo, o forte armamento.

Sabemos que os limites territoriais da UFRJ não estão imunes à crise da segurança pública do Rio de Janeiro. A qual, inclusive, temos insistido em debater na busca de soluções estruturais. Mas entendemos que esta compreensão não pode referendar a falta de ações eficazes por parte da UFRJ.

A Adufrj se solidariza com nosso colega que passou por esta terrível situação e se coloca à disposição para auxiliá-lo em todas as providências que julgar necessárias.

Ao mesmo tempo, demanda medidas imediatas da nossa Administração Superior para enfrentar este problema em todas as unidades da UFRJ.

De pronto, a Adufrj está solicitando uma reunião com a Prefeitura Universitária. E, na sequência, pretendemos ampliar esta discussão, envolvendo toda a comunidade universitária e as autoridades públicas da área.

Entendemos que só o comprometimento de todos com este tema poderá engendrar medidas eficazes que assegurem condições adequadas de trabalho e convívio em nossos campi.

Rio de Janeiro, 09 de março de 2018. ”

 

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)