No alto, apresentação da chapa "Andes Autônomo e de Luta"; abaixo, apresentação da chapa "Renova Andes"

Kelvin Melo

kelvin@adufrj.org.br

As chapas “Andes Autônomo e de Luta” e “Renova Andes” vão disputar a diretoria do Sindicato em 2018. A apresentação das candidaturas ocorreu durante o 37º Congresso dos professores universitários, em Salvador (BA). A eleição será em 9 e 10 de maio.

Antônio Gonçalves Filho, da Universidade Federal do Maranhão, é o candidato a presidente pela “Andes Autônomo e de Luta”, da situação. A professora Celi Taffarel, da Universidade Federal da Bahia, é a candidata a presidente da “Renova Andes”, de oposição à atual diretoria.

Decisões

Maior da história do Andes, o 37º Congresso reuniu 581 participantes para uma intensa jornada de debates e deliberações. Uma delas define que o Sindicato vai articular uma greve geral para barrar as reformas do governo. A diretoria da Adufrj e seus apoiadores no congresso votaram contra a proposta, pois entendem que a melhor forma de proteger a universidade é mostrar para a sociedade a importância do conhecimento produzido na instituição, priorizando o funcionamento da atividade acadêmica. A pauta unificada dos servidores públicos federais será discutida em reunião ampliada do Fórum das Entidades Nacionais dos SPF no fim de semana (3 e 4), em Brasília (DF).

O Andes também vai defender o diálogo e organização de atividades com outros movimentos pela recuperação e ampliação do orçamento do complexo público de Ciência e Tecnologia. Mas considera o Marco Legal de C&T um retrocesso, diferentemente da diretoria da Adufrj.

ADICIONAR COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(*)

(*)