facebook 19
twitter 19
andes3

tic portalA Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicação (SuperTIC/UFRJ), por meio de sua Diretoria de Segurança da Informação, identificou uma tentativa de fraude eletrônica via e-mail, utilizando o nome da Universidade. Na mensagem (ao lado), solicita-se que o usuário acesse um link para confirmar o e-mail cadastrado, sob pena de suspensão da conta. Esse tipo de golpe, chamado phishing, tem como objetivo a aquisição de informações dos usuários, como login e senhas, para uso criminoso.

A UFRJ não envia de mensagens eletrônicas com solicitação de informações pessoais dos destinatários ou instalação de software.

Saiba mais sobre o uso seguro da internet no site da Diretoria de Segurança da Informação.

Fonte: UFRJ

Prezados e prezadas professores e professoras,
 
a AdUFRJ disponibiliza conta no aplicativo Zoom para professores que necessitem de realizar reuniões mais longas, sejam de caráter acadêmico, sindical ou administrativo.
A AdUFRJ está disponibilizando para os professores da UFRJ a sua conta no aplicativo Zoom, que permite a realização de videoconferências com até 100 pessoas. A proposta do sindicato é contribuir para que os docentes possam manter-se conectados nesse momento em que todos devem ficar casa.

Lembramos que o aplicativo tem disponível uma versão gratuita, na qual é possível fazer reuniões de até 40 minutos, a conta só é necessária para reuniões mais longas. O aplicativo pode ser baixado em https://zoom.us

O professor interessado em organizar uma reunião mais longa utilizando a conta da AdUFRJ deve, com 48 horas de antecedência, fazer o pedido de agendamento, conforme os passos a seguir:

1 – Acessar http://bit.ly/agendamentozoom e preencher todos os dados do formulário;

2 – Você receberá no whatsapp informado a confirmação da sua reunião; e

3 – No dia da sua reunião, 10 minutos antes do horário marcado, você receberá o link para distribuir para os participantes.

Obs.: Para facilitar o processo, peça para que os participantes baixem o aplicativo no celular ou no computador no qual participará da reunião.

Saudações fraterrnais e sindicais,
Eleonora Ziller
Presidente da AdUFRJ

Considerando o atual estágio da pandemia da COVID-19 no Brasil, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) decidiu manter a suspensão das aulas por tempo indeterminado.

A Reitoria avaliará continuamente a situação da epidemia no país, ouvindo o Grupo de Trabalho (GT) Multidisciplinar para Enfrentamento da COVID-19, e emitirá notas periódicas sobre o acompanhamento da situação, deixando a comunidade informada sobre as suas decisões.

O retorno do calendário acadêmico será divulgado com a antecedência devida para que os nossos estudantes de outros estados e municípios tenham como retornar com tranquilidade.

Nossas nove unidades de saúde continuarão prestando os relevantes serviços à população no combate e prevenção à COVID-19, atuando em consonância com as autoridades federais, estaduais e municipais de saúde.

As atividades administrativas devem permanecer, sempre que possível, em trabalho remoto. Por favor, fiquem nas suas respectivas casas, com exceção dos profissionais de saúde que não fizerem parte do grupo de risco.

Recomendamos a toda a comunidade universitária atenção às orientações das autoridades sanitárias e de nosso site para o combate à pandemia: www.coronavirus.ufrj.br.

23/3/2020

Reitoria da UFRJ

Screenshot 2Lento nas medidas econômicas para proteger a população, o governo mostrou rapidez na mesquinharia com os servidores públicos. Foram publicadas no Diário Oficial de hoje as orientações aos órgãos do serviço público federal quanto à autorização para o serviço extraordinário e quanto à concessão do auxílio-transporte, do adicional noturno e dos adicionais ocupacionais aos servidores e empregados públicos que executam suas atividades remotamente ou que estejam afastados de suas atividades presenciais.
Confira no link:

http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/instrucao-normativa-n-28-de-25-de-marco-de-2020-249807751

A economista e professora da UFRJ Esther Dweck é a convidada do segundo programa "Pílulas Antimonotonia", produzido pela Comunicação da AdUFRJ para informar a sociedade durante o necessário período de afastamento social.

A especialista analisa os impactos das políticas de austeridade fiscal no combate à pandemia que atingiu o Brasil. Ela cita como consequências do corte de investimentos as perdas nos orçamentos da Saúde, Educação e Ciência e Tecnologia. Justamente as áreas mais demandadas durante a crise global. Confira!

A primeira edição do "Pílulas Antimonotonia" contou com a participação da professora Ligia Bahia, do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ.

Topo