facebook 19
twitter 19
andes3

Diretoria indica o não preenchimento dos formulários relacionados à organização do trabalho remoto até a reformulação da portaria nº 3.188. No Conselho Universitário realizado na quarta (20), reitoria criou um Grupo de Trabalho com a participação de todas as entidades representativas da UFRJ para avaliar o assunto. Veja a nota:

 

bandeira adufrjMais uma vez ressaltamos que estamos num dos momentos mais complicados da centenária história da universidade por termos que enfrentar, ao mesmo tempo, a pandemia e um governo autoritário e inimigo do conhecimento. Infelizmente, e esta afirmação está já se tornando um lugar comum, o cenário permanece com seus nefastos resultados na medida em que Bolsonaro segue atacando a democracia enquanto o coronavírus segue ceifando vidas do nosso povo.

Nossa responsabilidade enquanto uma comunidade universitária e produtora de conhecimento aumenta muito nesse contexto. Foi neste sentido que saudamos a mobilização da UFRJ para combater a pandemia desde a primeira hora, com a liderança da reitoria, que tem demonstrado acerto na condução do processo.

Foi com o mesmo senso de urgência e compromisso com a universidade que contestamos a portaria 3188 pelo que ela introduz de estranho às práticas acadêmicas consagradas nas últimas décadas. Entendemos a necessidade de normas internas que nos balizem nesses tempos inéditos e nos protejam dos ataques do governo. Entendemos, contudo, que esse processo precisa ser construído de um modo coletivo, com toda a comunidade.

A partir de nossa mobilização, a reitoria reconheceu essa necessidade e criou um Grupo de Trabalho para se debruçar sobre o assunto, incluindo a participação de todas as entidades representativas da UFRJ. Garantimos assim um processo que irá rever esses procedimentos e indicar qual a melhor forma para a instituição se posicionar e esperamos que logo tenhamos uma nova proposta para ser apreciada pela universidade. Assim, indicamos que seja adiado o preenchimento dos formulários até a conclusão do trabalho desse GT e a consequente reformulação da portaria, prevista para o início da semana vindoura.

Seguiremos atentos para que a nova regulamentação seja a mais simples e nítida possível, respeitando a autonomia das unidades e a cultura administrativa da universidade. Manteremos e fortaleceremos o diálogo com a reitoria e com os órgãos colegiados para que a UFRJ saia mais unida e fortalecida, em condições de se ocupar plenamente dos grandes desafios que se apresentam para o país nesse grave momento que vivemos.

Topo